poesia

b93c8e76b0461ca30a06cd1805871b75 Eu como um cavalo cego

Em um trote em disparada

Estou só e preso na ilusão

De só ser o couro e a sede.

Mas se acaso eu abro os olhos

Da mente e do coração

A felicidade é

A luz da minha visão.

Polly.

art: Elena Shved

A poesia dança nos versos sem precisar se explicar . . . veja mais essa incrível do professor Hermógenes. om.

Anúncios

2 comentários sobre “poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s